A Rainha Vitória vestiu-se de Morte

17/05/2017

Ao visitar o Palácio de Buckingham fiquei impressionada ao ouvir pelos fones, em espanhol, a história da rainha Vitória contada nas telas de artes. Passei a enxergar essa rainha com um papel histórico que eu, até então, não havia considerado. Parei extasiada diante desta tela. Vitoria em cena familiar. 

Vitória (1819 – 1901),era filha única do Príncipe Eduardo, Duque de Kent, filho do rei Jorge III, e casado com Vitória de Saxe. Ela ascendeu ao trono após a morte de seu tio o rei Guilherme IV, aos 18 anos.

Teve uma infância que a deixou revoltada com a mãe, porque a mantinha numa educação rígida, moralista, e afastada de todos. A educação era através do método que se chamou de “Sistema Kensington”.

Ela queixou-se mais tarde dessa educação, pois fez dela uma pessoa solitária.  

Casou-se com o primo em primeiro grau Alberto de Saxe-Coburgo-Gota, a quem amava. Foi uma história de amor verdadeiro, de ambas as partes. Ele se tornou um companheiro e conselheiro. Ela o homenageou com a imponente estátua dourada e, como ela foi incentivadora das artes, deu o nome dele a um teatro famoso em Londres, além de outras homenagens públicas.

Na noite do seu casamento ela teve uma dor de cabeça muito forte, tendo escrito uma carta de amor ao marido, no dia seguinte. Talvez venha daí a história da “dor de cabeça” das mulheres. Ela teve nove filhos, sempre adorando seu marido.

Para a sociedade da época, a Rainha Vitória assumiu o papel de rígido ícone da moral das pessoas, talvez em consequência de sua educação.  A moral vitoriana, com um código rígido moralista e escondendo tudo por baixo dos panos, é até hoje, estudada por especialistas dos costumes.

                                                       Vestiu-se de morte

Quando o Príncipe Albert morreu, Vitória se vestiu de preto até a morte, tornou-se reclusa e impopular, além de culpar um dos filhos pela morte do marido, por uma história esquisita de que esse filho causara decepção ao seu amado.  A Rainha Vitória criada por uma mãe paranoica, porque só ela poderia influenciar a filha rainha, e esta, quando adulta, procurou alguém para culpar pela morte do amado. Comparem a foto de Vitória quando se casou, com estas fotos de luto. Minha amiga carioca, Marilda Trindade Dias Alves, me ensinou, nos anos 70, que a gente deve tirar fotos enquanto é tempo. 

 

Em frente ao portão principal do Palácio de Buckingham está uma estátua dourada da Rainha Vitória.  

 

Ao final,  tendo ficado mais sabida com a extensa história da Rainha Vitória, e ter me informando dos pormenores da atitude de sua mãe neurótica, e de que Vitória, viúva moralista, escandalizou seu povo, porque teria um caso com seu principal conselheiro, o jeito foi entrar num bar e tomar um drink Blond Mary. Oh, My God, Ufa!

 

 

 

 

 

Please reload

ESCRITO POR MARLENE VAZ

POSTS RECENTES

October 9, 2019

October 1, 2019

October 1, 2019

September 23, 2019

Please reload

© 2023 by Salt & Pepper. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now